Sobre Nós

Sobre Nós

Grupo Matizes Dumont

O GRUPO MATIZES DUMONT transforma o bordado clássico em arte contemporânea. Buscamos promover a brasilidade utilizando a arte do bordado livre e espontâneo com a intensão de transformar vidas e realidades, por meio de uma estética própria, com liberdade e espontaneidade.

Aqui a arte ocupa um lugar de encontro, de formação de identidade, de descobertas, ressignificação de valores éticos e estéticos, e o nosso bordado afetivo tem hoje lugar de destaque nas Artes Visuais. A partir de fios, agulhas e linhas, as tessituras se transformaram em obras de arte expostas no Brasil e na Europa.

O GRUPO MATIZES DUMONT é formado por integrantes de uma família de Pirapora, Minas Gerais, que se dedica há mais de trinta anos às artes visuais e gráficas e ao desenvolvimento humano. Usamos o bordado espontâneo, feito a mão, como linguagem artística e instrumento de transformação social e cultural.

As nossas criações são um emocionado registro da vida brasileira, onde a linha da imaginação solta e imprevisível é uma estratégia para o bordado com arte, ousadia e sensibilidade. O conjunto da obra, ao longo de três décadas, revela uma bela conspiração pela natureza, pelas águas, e carrega a emoção da vida brasileira.

O GRUPO MATIZES DUMONT é formado por integrantes de uma família de Pirapora, Minas Gerais, que se dedica há mais de trinta anos às artes visuais e gráficas e ao desenvolvimento humano. Usam o bordado espontâneo, feito a mão, como linguagem artística e instrumento de transformação social e cultural.

As criações são um emocionado registro da vida brasileira, onde a linha da imaginação solta e imprevisível é uma estratégia para o bordado com arte, ousadia e sensibilidade. O conjunto da obra, ao longo de três décadas, revela uma bela conspiração pela natureza, pelas águas, e carrega a emoção da vida brasileira.

Arte Contemporânea e a Festa dos Sentidos

O Grupo Matizes Dumont abriu novos espaços no cotidiano para o bordado como expressão e linguagem.

Nas Artes visuais

A arte em tecidos, linhas e letras do bordado também conquistou galerias e grandes exposições nacionais e internacionais ao longo dos últimos trinta anos. Foram centenas de obras produzidas que foram expostas na Bienal de Arte de Kaunas 2007 - Lituânia, exposições na Embaixada do Brasil na Itália e na França, até exposições mais recentes no Brasil, como Maria de Todos Nós, no Paço Imperial-RJ. E "Coração em Paz", uma releitura dos estudos que Candido Portinari fez para os painéis Guerra e Paz que aconteceu em Belo Horizonte (Inauguração do Cine Theatro Brasil), Rio de Janeiro (Caixa Cultural) e Brasília (Museu Nacional do Conjunto Cultural da República).

A arte em tecidos, linhas e letras do bordado também conquistou galerias e grandes exposições nacionais e internacionais ao longo dos últimos trinta anos. Foram centenas de obras produzidas que foram expostas na Bienal de Arte de Kaunas 2007 - Lituânia, exposições na Embaixada do Brasil na Itália e na França, até exposições mais recentes no Brasil, como Maria de Todos Nós, no Paço Imperial-RJ. E "Coração em Paz", uma releitura dos estudos que Candido Portinari fez para os painéis Guerra e Paz que aconteceu em Belo Horizonte (Inauguração do Cine Theatro Brasil), Rio de Janeiro (Caixa Cultural) e Brasília (Museu Nacional do Conjunto Cultural da República).

Vivência Psicopedagógica

(A)Bordar o Ser

A obra do Grupo Matizes Dumont tem no processo de construção uma visão social inclusiva. Por meio de oficinas utiliza vivência psicopedagógica própria, chamada (A)Bordar o Ser onde a função terapêutica do bordado possibilita experimentar um entrelace da sensibilidade, da poesia, da história de vida, na criação artística no bordado.

Foi por compreender a vida como um tecido, trama, urdidura e campo a ser bordado que, além de criar obras únicas no campo das Artes Visuais, o grupo escolheu devolver o aprendizado para comunidades com as quais ensina e aprende. Utiliza a linguagem do bordado – os bordados socioambientais – para encantar e mobilizar pessoas para a defesa da vida no planeta, para a inclusão socioprodutiva e o “Bem Viver”.

Centenas de participantes, em mais de três décadas, presentes às oficinas do Grupo Matizes Dumont passaram a atuar com o bordado de diferentes formas, desde a inclusão social até a inserção do bordado nos consultórios de psicologia. Até o momento, aproximadamente 35 mil pessoas integraram esses processos.

01

Heading 1

Use this text to share information about your brand with your customers. Describe a product, share announcements, or welcome customers to your store.

02

Heading 2

Use this text to share information about your brand with your customers. Describe a product, share announcements, or welcome customers to your store.

01

Heading 1

Use this text to share information about your brand with your customers. Describe a product, share announcements, or welcome customers to your store.

02

Heading 2

Use this text to share information about your brand with your customers. Describe a product, share announcements, or welcome customers to your store.

Conheça nossos produtos

Obras Originais

O nosso bordado é feito à mão, é espontâneo e cheio de movimentos. Para preservar estas características cada tela é exclusiva e feita no “tempo de bordar belezas”, pacientemente e amorosamente. São telas bordadas em diferentes tamanhos e materiais.    

As linhas utilizadas são muito variadas, desde as linhas tradicionais usadas em bordados antigos, finas, de algodão ou de seda. As linhas e fios são garimpados também em velhos armarinhos de recantos do Brasil e do mundo. A utilização delas é absolutamente livre. Os pontos são baseados no bordado clássico, aprendidos com a mãe, e hoje reinventados, com outro ritmo: ponto matiz, ponto rococó, ponto areia, ponto folha, escama de peixe, confusão ponto corrente, ponto cheio, ponto folha, ponto haste, ponto atrás, carocinho, alinhavos e pespontos, dentre outros que viram brincadeiras e surpreendem numa nova estética.

Gravuras Certificadas

O Grupo Matizes Dumont procura contribuir para ampliar o acesso a bens culturais imateriais e apresenta as gravuras certificadas, impressões “Fine Art” feitas a partir de suas criações bordadas. Estas impressões estão disponíveis para você, para enfeitar a alma, dar um toque especial no seu cantinho favorito ou presentear um ente querido.

Esta impressão é bem diferente de uma simples reprodução. É obtida a partir do bordado original por um processo tão delicado quanto cada ponto pespontado no pano.    

O conceito de impressão Fine Art está na qualidade e no cuidado com o qual ela é produzida. O grupo Matizes Dumont utiliza um processo que é extremamente meticuloso, de forma a garantir um resultado fiel e de qualidade.  As impressões estão disponíveis em papel Canson Museum Canvas 385 g/m². A durabilidade da peça é de até 150 anos! Todas as impressões são supervisionadas pessoalmente pelos artistas, numeradas, chanceladas e assinadas manualmente no seu verso.

A técnica “fine art” imprime com perfeição a tridimensionalidade dos bordados, preservando o valor artístico e a originalidade de cada peça. Assim como a arte de bordar se entrelaça nas teias do tempo, os bordados impressos também podem atravessar gerações.

Livros

Algumas telas são feitas especialmente para ilustrar a palavra de autores brasileiros, a arte milenar da agulha e linha transformada em nova linguagem gráfica, que chega em forma de livros para todas as idades.

    Ilustraram obras de grandes autores brasileiros, como Jorge Amado, Ziraldo, Manoel de Barros, Thiago de Mello, Rubem Alves, Carlos Rodrigues Brandão, Tetê Catalão, Marina Colasanti, e também livros de duas das bordadeiras, Ângela e Sávia Dumont.

    Realizaram trabalhos de ilustração de livros para algumas das principais Editoras do país pais como as Editoras Companhia das Letrinhas, Moderna, Salamandra, Record, Dimensão, Revan, Autêntica Editora, Loyola, Global Editora.

 

AUTORES PARCEIROS

Carlos Brandão, Jorge Amado, Luciana Diniz, Manoel de Barros, Marina Colasanti, Rubem Alves, Thiago de Melo, TT Catalão, Ziraldo, e as bordadeiras Ângela Dumont e Sávia Dumont.

Oficinas

Há mais de uma década o Grupo Matizes Dumont transborda a si mesmo quando introduz a arte do bordado como linguagem também nos processos de grupo. O potencial transformador do bordado aproxima a pessoa de sua própria sensibilidade. Brinca com a alma, com a criação, mexe com a autoria e devolve o lúdico à criança interna de adulto com ritmo, cor e graça.    

    Por acreditar que a formação humana é como um bordado da vida, as Oficinas (A) Bordar o Ser do Grupo Matizes Dumont são espaços de convivência onde as relações são tecidas entre a beleza e a falta dela, entre o cuidado e o amor pela natureza, entre o sagrado e o humano. Ao bordar, a pessoa pode retomar os fios da memoria do vivido, reencontrar espaços internos de amorosidade e, quem sabe redescobrir um sentido para a vida mais enraizado na beleza.

 Estas Oficinas são, portanto, vivencias psicopedagógicas dirigidas a todos que buscam experienciar o prazer de conviver e a alegria de criar. Os encontros são caminhos para expressar o fazer criativo e (A) Bordar conteúdos da memoria individual e coletiva. Esse ambiente é possível pela amorosidade presente nas Oficinas, uma aprendizagem pautada pela cooperação, sensibilidade, superação e transformação.